CARTAZ PASCOA 7
visitas culturais_2018.pub
28056087_577113715960967_2522179273382117163_n
27973730_577113719294300_9031813321000556277_n
terapia fala
Psicologia_Cartaz
Saude

PUBLICADO EM1 16 ABRIL  DE 2019

No passado dia 14, a Junta de Freguesia de Castro Marim, organizou as comemorações do Dia do Combatente.
Oficialmente, a data fixada para estas comemorações, é o dia 9 de abril, data que também é recordada pela Batalha de La Lys, um dos mais tristes episódios da história militar do nosso país, que marcou a participação de Portugal na I Grande Guerra.
Durante este dia foram evocados e homenageados os combatentes da guerra do ultramar e da I Guerra Mundial, e não foram esquecidos os militares que temos espalhados pelo mundo.
Foram depostas coroas de flores junto aos locais onde se recordam os castromarinenses que tombaram em combate, nos dois conflitos. E por eles foi celebrada missa na igreja Matriz.
Muito nos honrou contar com a presença do Sr. Comandante do Porto de Vila Real de Santo António, do núcleo da Liga dos Combatentes de Vila Real de Santo António, da presidente da comissão gestora do município e do Sr. Padre da paróquia de Castro Marim que em muito ajudaram a dignificar estas comemorações.
A manhã terminou com os habituais discursos pelas autoridades presentes, e um almoço convívio que contou com a animação musical a cargo de António Saloio.
Apresentamos os nossos agradecimentos a todos os que se juntaram a nós nesta humilde e singela homenagem aos que defenderam a pátria com risco das próprias vidas.
Deixamos a promessa de nos voltarmos a juntar com o mesmo espírito e disponibilidade para homenagearmos os nossos combatentes.

PUBLICADO EM  08 MARÇO  DE 2019

Poema dedicado à Mulher, da autoria de Alda Santos

Ser Mulher

Ser mulher?

Não é só ser companheira

Mãe preocupada

Profissional competente

Filha Atenta

Nora amiga 

Amiga Presente

Ser mulher, é chorar na alegria e rir na tristeza

É ser a inspiração do poeta

E ter honra na desonra

Ser mulher é mais que um adjetivo

Ser mulher é simplesmente… ser mulher!

 

PUBLICADO EM  05 MARÇO  DE 2019

A 18ª edição do Carnaval de Altura saiu à rua, para alegria do povo, durante o último fim de semana. Com a música como tema do desfile deste ano, foi possível conviver com algumas das mais emblemáticas figuras deste meio artístico. Embalados por muito trabalho, suor, imaginação, e vontade os carros saíram acompanhados por vários grupos. Foram dois dias de alegria e cor onde a idade não conta e a diversão foi a palavra de ordem. Como não podia deixar de ser esta Junta fez-se representar, como sempre que é convidada, com um carro que evocava a figura de Bob Marley. No entanto tivemos a acompanhar-nos, com muito orgulho, o Quim Barreiros e a Rosinha. Este já passou, mas fica a promessa de voltarmos para o ano se nos voltarem a convidar. Parabéns a todos os que participaram e se envolveram pois apesar de não sermos profissionais, demos o nosso melhor em prol do concelho e achamos que o resultado foi muito bom. 

PUBLICADO EM  01 MARÇO  DE 2019

O já tradicional desfile do Carnaval Escolar voltou a animar as ruas de Castro Marim. Organizado pelo Agrupamento de Escolas do concelho, apoiado pelo Município e pela Junta de Freguesia de Castro Marim, levou os alunos do Infantário, pré-escolar, 1º ciclo e EB 2 3 a mostrarem a criatividade dos seus trabalhos e alertaram para algumas das problemáticas do nosso tempo. Estão de parabéns os alunos, educadores, professores, auxiliares e familiares que se esforçaram para este resultado. Foi uma manhã que cheia de alegria, cor, muita juventude e que marcou o arranque das celebrações carnavalescas no concelho.

PUBLICADO EM  28 FEVEREIRO DE 2019

Terramoto 1969 - 50 anos

" Ás 03:41 horas, na de 28 de fevereiro de 1969, a terra tremeu violentamente em Castro Marim.
A enfermeira Maria Marques Pereira preparava-se para se "acomodar" no primeiro andar do Hospital Ribeiro Ramos, quando a zona da maternidade ruiu e a parede lateral quase lhe cai em cima."
Este é um relato, recolhido pelo sr. António Salvador, de uma das noites mais marcantes e assustadoras para a população de Castro Marim. Uma das maiores consequência deste acontecimento foi a perda do único hospital da vila, parcialmente e gravemente destruído.
Este é o sismo de maior magnitude sentido na Europa desde o grande terramoto de Lisboa de 1755. Ocorreu na madrugada de 28 de fevereiro de 1969 tendo gerado alarme e pânico entre a população, cortes nas telecomunicações e no fornecimento de energia elétrica. Para além do continente português, foi sentido na Madeira, Espanha, Marrocos e França, com registo de vítimas mortais em Portugal e Marrocos, tendo ainda sido gerado um pequeno tsunami registado instrumentalmente.
O sismo ocorreu numa época em que a instrumentação sísmica não estava ainda suficientemente desenvolvida, sendo fundamental complementar os poucos registos instrumentais de então com os testemunhos da população afetada. Neste momento, as tecnologias de comunicação permitem uma recolha de dados muito mais alargada do que a que foi possível naquele tempo. E, por motivos facilmente compreensíveis, não haverá no futuro outra ocasião com este significado e com real possibilidade de se salvaguardar esta memória. É por isso agora o momento certo para realizar um inquérito macrossísmico sobre os efeitos deste sismo tão importante. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera, o Instituto Superior Técnico, a Faculdade de Ciências e o laboratório associado Instituto Dom Luiz estão a lançar um inquérito macrossísmico nacional por ocasião dos 50 anos sobre o grande sismo de 1969. (http://sismo1969.ipma.pt./).

PUBLICADO EM  24 FEVEREIRO DE 2019

Acordo Coletivo de Trabalho- Alteração

Faz hoje um ano o executivo desta Junta e o STAL assinaram a alteração ao ACT, que representou a reposição de alguns dos direitos dos trabalhadores desta autarquia. Sem propaganda e sem imprensa, nem foi necessário período de negociação nem reflecção, a reposição de direitos que tanto custaram a alcançar é um ato de elementar justiça, e o acordo entre as duas partes foi imediato. Já assim tinha sido a quando da reposição das 35 horas. Mas porque o STAL ainda não nos enviou a cópia do acordo, só temos a publicação em DR para dar nota pública deste facto.

PUBLICADO EM  24 FEVEREIRO DE 2019

Igreja Nossa Senhora dos Mártires - 24 de fevereiro de 1960

Esta data marca um dos episódios mais tristes e dramáticos da história recente da nossa vila. Há 59 anos a Igreja Matriz de Castro Marim, dedicada a Nossa Senhora dos Mártires, era consumida por um grande incêndio. Está ainda fresco na memória dos que viveram de perto este acontecimento, a aflição que se instalou em toda a população para tentar salvar o espólio, algum de grande valor, do templo. As imagens que publicamos, e que retratam o acontecimento, foram cedidas a esta Junta através do projeto "Imagens da nossa terra" e o sr. António Salvador, o maior guardião das memórias do nosso concelho, cedeu-nos o relato da sua autoria, em verso, desta tragédia. Foi também grande o esforço feito pela comunidade para a reabilitação, mas hoje podemos estar orgulhosos do resultado e agradecer a todos quantos para ela contribuíram. Esta tragédia, como outras da nossa história, demonstra como os castro-marinense, independente das circunstancias, sempre se uniram no amor pela sua terra.

PUBLICADO EM  8 JANEIRO DE 2019

No passado domingo, Dia de Reis, encerramos o ciclo de atividades da quadra natalícia promovidas por esta Junta de Freguesia. Fechámos com chave de ouro e embalados pela grande massa humana que veio receber os Reis Magos, que vieram adorar o Menino Jesus.

Com a cavalgada encerrou-se também a exposição do Presépio de Sal, que foi a grande atração da nossa vila neste Natal. Desde a sua inauguração, a 1 de dezembro, registámos um número muito próximo dos 26.000, visitantes vindos de todos os cantos do nosso país, alguns propositadamente, e também muitos estrangeiros. Até contámos com algumas visitas oficiais de outras autarquias.

Apesar da convulsão vivida neste período, relativamente á gestão comercial da Casa do sal, ainda se registaram vendas que superaram os 4.000,00€. Um trabalho assente no sonho, saber e arte de Andrelino Pena, este presépio foi a estrela que elevou o bom nome de Castro Marim, com referencia em vários órgãos de comunicação social. Oferecemos a quem por cá passou a possibilidade de descobrir a qualidade do que se faz no nosso concelho, com a exposição de alguns produtores locais.  Os sábados receberam «A Hora do Conto», momento dirigido a toda a família, por onde desfilaram vários ilustres convidados que espalharam a magia dos contos de Natal pelo auditório da Casa do Sal.  Os domingos contaram com animações musicais promovidas por grupos da nossa terra.O nosso objetivo estará completo se os castromarinenses sentirem orgulho neste que é o presépio de Castro Marim, onde o sal é rei. Agradecemos a quem foi nosso parceiro neste projeto: Ginásio de Educação Davinci de Vila Real de Santo António, Mascarenhas & Mascarenhas, Jaime Júnior, Novbaesuris e Município de Castro Marim. Não podemos deixar de apresentar o nosso profundo agredecimento a todos os que se empenharam para os resultados alcançados, os muitos voluntários que desinteressadamente trabalharam ao nosso lado, aos funcionários do Município, da Novbaesuris e ás nossas funcionárias, que asseguraram o bom funcionamento do espaço e se empenharam em satisfazer a curiosidade dos visitantes. O carinho da população, bem patente no Monte Francisco na partida dos Reis Magos para a cavalgada, demonstrado ao longo deste período em que decorreu a exposição é a nossa motivação e o melhor reconhecimento que poderíamos receber.

visite-nos

Contacte-nos

Junta de Freguesia de Castro Marim

Rua 25 de Abril, nº14   

8950-122 Castro Marim

Tlf.:281 531 138

Fax:281 531 911

© 2020 by Rita Esteves, created with Wix.com

terapia fala